Novo técnico do Atlético, ‘Turco’ Mohamed foi vítima do ‘milagre do Horto’

Novo técnico do Atlético, 'Turco' Mohamed foi vítima do 'milagre do Horto' thumbnail

O destino em breve colocará lado a lado personagens que, anos atrás, se opuseram em um dos episódios mais dramáticos da história recente da Copa Libertadores. Em 30 de maio de 2013, as arquibancadas do Independência explodiram em um misto de alegria e alívio ao presenciarem o ‘milagre do Horto’. Em contraposição à festa do Atlético – que avançava à semifinal para conquistar o torneio pela primeira vez -, o drama de Antonio ‘Turco’ Mohamed.

Naquela noite, o argentino esteve próximo de levar o time mexicano à fase seguinte do torneio continental, mas foi parado por ‘São’ Victor, que defendeu o pênalti batido por Riascos no finalzinho da partida. Um algoz que logo reencontrará. Passados quase nove anos, o ‘Turco’ será o técnico do Atlético. Na Cidade do Galo, reverá o ex-goleiro, que agora é gerente de futebol; no Mineirão, voltará a ter contato com os ‘devotos’ do ‘santo’ – desta vez, todos em uma só oração.

O reencontro com os atleticanos está próximo de ser oficializado. Nessa quarta-feira, clube e treinador chegaram a um acordo por um contrato de uma temporada. Falta a assinatura do vínculo para que o argentino substitua justamente Cuca, técnico que o eliminou naquele eletrizante empate por 1 a 1 no jogo de volta das quartas de final de 2013.

Na temporada que se inicia, Mohamed terá o desafio de conquistar o título que faltou ao antecessor em 2021. Cuca ganhou o Campeonato Mineiro, o Brasileiro e a Copa do Brasil. Agora juntos, Atlético e o ‘Turco’ perseguirão a tão sonhada Libertadores.

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *