Estudantes brasileiros são premiados no Desafio de Refugiados do Modelo da ONU

estudantes-brasileiros-sao-premiados-no-desafio-de-refugiados-do-modelo-da-onu
 Estudantes participaram do desafio simulando o Conselho de Direitos Humanos da ONU

Estudantes participaram do desafio simulando o Conselho de Direitos Humanos da ONU
Divulgação/Instagram

O Acnur (Agência da ONU para Refugiados) iniciou o Desafio de Refugiados dentro do MUN (Modelo das Nações Unidas), que reúne um conjunto global de conferências em que estudantes elaboram resoluções para questões internacionais.

Além das simulações realizadas, as ideias discutidas durante o evento foram apresentadas nos Diálogos de Proteção do Alto-Comissário, um fórum que reúne tomadores de decisão globais para discutir a proteção de refugiados e refugiadas.

O estudante brasileiro Matheus Marques, 20 anos, do curso de direito na UFMG (Universidade Federal de Minas Gerais), e a italiana Giulia Marras, 25, mestre em relações internacionais pela Unisi (Universidade de Siena), na Itália, participaram da simulação G20+6MUN. Durante o Desafio de Refugiados, a resolução proposta pela equipe recebeu menção honrosa no tópico de discussão “Covid-19 e refugiados”. Eles recomendaram a construção de unidades de saúde nas fronteiras dos estados em conflito para divulgar informações sobre o novo coronavírus, distribuir panfletos sobre a prevenção à Covid-19 na língua nativa das pessoas refugiadas e equipamentos de proteção a estas pessoas.

Já os estudantes da UFPel (Universidade Federal de Pelotas), no Rio Grande do Sul, criaram o projeto Pelotas Model United Nations, que, por meio de um vídeo, mostra a importância da inclusão das pessoas refugiadas nas comunidades de acolhida. Ao final do desafio, o esforço foi reconhecido com um dos prêmios de Comunicação.

Outro projeto premiado foi o da equipe Facamp Model UN- Famun, que contou com o apoio das professoras do curso de relações internacionais da Facamp (Faculdades de Campinas). Nele, os estudantes publicaram nas redes sociais três entrevistas com refugiados que vivem na cidade e compartilharam as experiências com o grupo. Com a sequência de vídeos, o Famun foi reconhecido com um dos prêmios de Comunicação (categoria melhor vídeo).

No Desafio de Refugiados 2020, o Famun foi a única equipe brasileira premiada entre todas as categorias, recebendo uma menção honrosa nas resoluções sobre o tópico “clima e deslocamento forçado”.

 

Related Articles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.