Igreja dos Remédios interditada pela Paróquia que aguarda resposta do IPAC

igreja-dos-remedios-interditada-pela-paroquia-que-aguarda-resposta-do-ipac

BOTA O VAQUEIRO NA PRAÇA DOS REMÉDIOS  – Em janeiro deste ano o fotojornalista Luiz Tito publicou no site Digaí uma reportagem narrando que após inspeções realizadas pelos engenheiros Alexandre Caribé Freitas e João Kenedy Silva, seguido de um parecer técnico constatando alguns desgastes e fraturas que colocam em riscos os fiéis, levaram por medidas de precauções, o Monsenhor Luiz Rodrigues (foto) a fechar as portas da Capela Nossa Senhora dos Remédios. No local todas as celebrações foram suspensas, sejam de missas, batizados ou casamentos. O Pároco aguarda do IPAC- Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia, uma resposta para a situação do templo religioso tombado pelo órgão estadual. De acordo com o jornalista, o Monsenhor Luiz encaminhou esse parecer técnico à Coordenadoria de Restauros do IPAC solicitando uma posição sobre o caso. Em  virtude do tombamento a Paróquia não tem autonomia para realizar qualquer obra de reparo, mudanças ou alterações no templo. A situação continua a mesma, conforme checamos ontem com paroquianos que tem convívio com o Monsenhor Luiz Rodrigues. A igreja está fechada e não há previsão de reabertura. O que não impede, ao contrário, colocar O Vaqueiro no largo defronte a ela. A propósito de Monsenhor Luiz, para quem leu até aqui, o pároco completa 12 anos à frente da Paróquia e já alcançou a idade da aposentadoria canônica.

Foto: Luiz Tito

Related Articles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.