×

Atenção

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 930
JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 1917
O Bahia chegou a um acordo com o Cruzeiro pela contratação do meia Élber. O jogador assinará um contrato de três anos com o tricolor e o clube deve oficializar a contratação nos próximos dias. A inforçamção foi publicada pelo site GloboEsporte.com e confirmada pelo Galáticos Online. Revelado na divisão de base do Cruzeiro, o jovem atleta chegou a ser emprestado para o Coritiba e Sport. Desde que fez sua estreia com a camisa azul e branca em 2011, Élber atuou em 136 jogos, marcando 11 gols. Ele irá se apresentar para a próxima temporada junto com os atletas do Esquadrão no dia 3 de janeiro de 2018.
As contas do governo tiveram em novembro um superavit de R$ 1,3 bilhão, de acordo com dados divulgados pelo Tesouro Nacional nesta terça-feira (26). O resultado é o melhor para novembro desde 2013, quando houve resultado positivo de R$ 28,9 bilhões no mesmo período. Foi o segundo mês consecutivo que o resultado ficou no azul. Em outubro, o superavit somou R$ 5,1 bilhões. No resultado acumulado de janeiro a novembro, contudo, as despesas ainda superam as receitas em R$ 101,9 bilhões. Esse é o pior resultado da série histórica do Tesouro Nacional, que começa em 1997. Nos onze primeiros meses do ano passado, o déficit acumulado era de R$ 98,8 bilhões.
Neste final de semana um grupo de índios liderados pelo cacique Capilé invadiram a fazenda do ex-ministro Geddel Vieira Lima, na região do rio pardo, em Potiraguá. Para garantir a ordem, uma equipe da Cipe chegou na cidade nesta terça-feira (26). O clima é de tensão na cidade, pois em setembro esse mesmo grupo invadiu várias fazendas na região. De acordo com o site 'Políticos do sul da Bahia', o coordenador da policia civil na região, delegado Roberto Junior, declarou que vai realizar o inquérito: “A PM deverá ir até o local e a polícia civil vai instaurar o inquérito para apurar e aguardar a justiça determinar a desocupação. Não tem noticias de pessoas armadas, apenas a ocupação dos índios mesmo”, declarou o delegado.
Todo ano é a mesma coisa: você diz que vai comer menos ou até passar longe daquelas comidinhas deliciosas (e também perigosas) da ceia natalina? Mas, diante do estrago já feito, o que pode ser feito para amenizar o prejuízo? Geralmente, os pratos do Natal, além de engordar podem provocar sintomas mais imediatos como dor de cabeça, dor de estômago e cansaço. Vamos direto às dicas: 1) Beber bastante água para ajudar na desintoxicação; 2) Evite dietas radicais escolha comer frutas, legumes, hortaliças, carboidratos, proteínas e também (sim gordura); 3) Se você passou dos limites, vale uma suplementação de fibras e probióticos para ajudar a regular o intestino e eliminar as toxinas; 4) Ingestão de chás deve ser feita com moderação e, evite os chás laxativos, que podem irritar a mucosa intestinal. Opte pelo chá verde, hortelã, erva-doce, capim santo. 5) Evite gorduras as saturadas (carnes, embutidos e laticínios como creme de leite), as trans (algumas margarinas, massas folhadas, biscoitos, sorvetes e bolos industrializados, e alimentos prontos e congelados) e as frituras. 6) Fuja dos alimentos ricos em corantes, conservantes e adoçantes 7 Para a ressaca, evite leite de vaca, carnes vermelhas, frituras e gorduras (como manteiga e margarina). 8) Opte por por proteínas e derivados da soja.
O novo ano está chegando e muita gente ainda não decidiu onde vai passar a noite da virada, seja por falta de organização, excesso de possibilidades ou, em casos mais comuns, falta de opção – que alguns chamam de dinheiro. Para ajudar você que está em qualquer uma das situações, fizemos um levantamento com mais de 40 opções. A lista cabe em todos os bolsos, inclusive aqueles que não querem deixar nem um real escapar, como o Festival Virada Salvador, que a Prefeitura promove na Boca do Rio pela primeira vez. Pra quem se dispõe a torrar uns tostões, pero no mucho, há festas particulares com entradas a partir de R$ 10 ou podendo dividir em até 18 vezes no cartão. Já pra quem tá com mais bala na agulha, há opções mais nutellas que chegam a R$ 700 por pessoa. E mais do que saídas que levam em consideração a conta bancária, há também festas com todos os status de locais possíveis: clubes, boates, bares, restaurantes, hotéis, escunas e até mesmo um lugar chamado Farol da Barra – dentro dele, para ser mais claro. Gratuitos Mas, comecemos pela Boca do Rio, que é onde deve se concentrar o maior número de festeiros. Não é por acaso: o Festival Virada Salvador é a festa oficial da cidade e este ano vai ser realizado no Parque dos Ventos, onde ficava o antigo Aeroclube Plaza Show. São cinco dias de festa, começando na próxima quinta-feira (28) e se estendendo até 1º de janeiro. São mais de 30 atrações confirmadas, entre elas, Ivete Sangalo, Claudia Leitte, Pablo Vittar, Luan Santana, Wesley Safadão, DJ Alok e Daniela Mercury, cantora que dá nome ao espaço da festa. Lá será feita a principal queima de fogos, com 15 minutos de duração – outros 16 pontos da cidade também terão show pirotécnico –, além de uma superestrutura, como palco de 800 m² de área, roda gigante de 36 metros de altura, praça de alimentação, entre outros atrativos. Para o público que quiser mais privacidade, no mesmo espaço na Boca do Rio, há também a opção de ingressos para o camarote Elegance, com preços entre R$ 140 e R$ 500. Outra festa de virada aberta, que também costuma arrastar multidões, é na praia de São Tomé de Paripe. Lá será realizado o já tradicional Réveillon do Subúrbio. A brincadeira começa às 21h do dia 31 e, dessa vez, terá shows de Denny Denan (ex-Timbalada), Pablo e Israel Novaes, também com direito a queima de fogos. Para quem mora no Calabar, a festa aberta ao público, com 10 minutos de show pirotécnico, vai ser comandada pelas bandas Jeffynho, La Fúria, A Invasão, Aplika, Edcity, Oz Cibermaticoz, Neto Almeida e Jorge. No precinho As opções para quem quer pagar pouco são bem variadas. As mais em conta levantadas pelo CORREIO são o Energy Réveillon Root’s, o Réveillon Reggae, além das festas no Che Lagarto e no Lebowski Pub – cada uma em um cantinho diferente da cidade. A pulseira no Energy, na orla da Ribeira, custará módicos R$ 10 e a mesa com 4 cadeiras, 1 sombreiro, 1 porção de mini pastel sai por R$ 40. A celebração será no Caravelas Bar, na praia da Ribeira, e vai até as 6h. Já no Hostel Che Lagarto, com vista para os fogos de artifício da Barra, os valores variam de R$ 40 a R$ 60. Com o objetivo de fazer a primeira festa para o público específico, que curte o som de origem jamaicana, o Réveillon Reggae, na casa de shows Salvador Music Place, em Patamares, terá ingressos individuais a R$ 25. A mesa para 4 custa R$ 80 e ainda tem direito a um espumante. Tanto no Lebowski quanto na casa de eventos Lálá, localizados na Rua da Paciência, no Rio Vermelho, a entrada custa R$ 60. A banda Noite Vermelha fará um tributo a Cazuza e Barão Vermelho no Lebowski, enquanto o som do Lálá será feito por Djs. Bala na agulha Pela primeira vez, uma festa de Réveillon será realizada dentro do Farol da Barra. A partir da temática da cultura baiana, fitinhas do Senhor do Bonfim e tecidos de chita vão fazer parte da decoração. Electrotimba, Dan Valente e Forró do Tico vão animar a noite. Já para quem quer aproveitar os fogos de artifício de um lugar especial, existem duas escunas que vão realizar festas na virada. Ambas saem do Terminal Náutico, atrás do Mercado Modelo, e flutuarão pela Baía de Todos os Santos. Serão pelo menos seis horas de festa banhada a champanhe e outros drinks. Shows ao vivo vão agitar a noite dos passageiros. Os valores ficam entre R$ 300 e R$ 360 por pessoa, com possibilidade de compra casadinha e combo para até 5 cabeças. Sofisticação vai ter espaço no Réveillon Celebre, realizado na Bahia Marina pelos restaurantes Soho, Lafayete e Das. Os ingressos contam com duas opções: Lounge All Inclusive com Open Bar e Mesa All Inclusive e Open Bar. Ambas opções incluem água, refrigerantes, cerveja, espumante e drinks especiais. A música ficará por conta de Alexandre Peixe, Dan Valente e Negra Cor. Os valores variam entre R$ 400 e R$ 700. A chegada do novo ano no hotel Pestana Convento do Carmo, no Centro Histórico, também será cheio de pompa, e com ingressos numa faixa de preços semelhante: R$ 370, e com a possibilidade de parcelamento em até 18 vezes (com juros). O bolso vai ficar um pouco mais vazio, mas a barriga cheia: a gastronomia será assinada pelo chef Bottino. Abaixo, confira o levantamento feito pelo CORREIO com mais de 40 festas de Réveillon na cidade. Os eventos foram separados por faixas de preços e a lista inclui as atrações, bebidas oferecidas, opções de pagamento, entre outros detalhes. De graça FESTIVAL VIRADA SALVADOR Local Boca do Rio Horário Entre 28 e 30 de dezembro, 16h 31 de dezembro e 1º de janeiro, às 15h Atrações Pabllo Vittar, Carlinhos Brown, Mariene De Castro, Gusttavo Lima, Jota Quest, Olodum, Gilberto Gil, Ivete Sangalo, Skank, Marília Mendonça, Jorge & Mateus, Matheus e Kauan, Luan Santana, Danniel Vieira, Daniela Mercury, Cláudia Leitte, Margareth Menezes, Harmonia Do Samba, Léo Santana, Psirico, Bell Marques, Duas Medidas, Rafa E Pipo, Aviões, Wesley Safadão, Solange Almeida, Fitdance, Alok e Saulo. Características Praça de alimentação, roda-gigante, fogos de artifício. Estacionamento entre R$20 e R$30 RÉVEILLON DO SUBÚRBIO Local Praia de São Tomé de Paripe Horário 21h Atrações Denny Denan, Pablo e Israel Novaes Características Queima de fogos RÉVEILLON DO CALABAR Local Largo do Camarão, perto da Ondina, Calabar Horário 20h às 5h Atrações Jeffynho, La Furia, A Invasão, Aplika, Edcity, Oz Cibermaticoz, Neto Almeida e Jorge Características Festa de bairro no Largo do Camarão, no Calabar. Queima de fogos de 10 minutos. Camarote para convidados Até R$100 ENERGY RÉVEILLON ROOT’S Local Caravelas Bar. Avenida Beira Mar, Praia da Ribeira Horário 19h – 6h Atrações Música mecânica e voz e violão Preço Pulseira: R$ 10/Caixa térmica: R$ 20/Mesa com 4 cadeiras, 1 sombreiro, 1 porção de minipastel: R$ 40 Características Luau na praia da Ribeira REVEILLON REGGAE 2018 Local Casa de Shows Salvador Music Place, Patamares Horário 20h – 5h Atrações Kamaphew Tawá & Banda Aspiral do Reggae, Futuro do Reggae, Jô Kallado, Reinaldo Formigão (Kyamanaya), Dj Ras Péu, Makonnen Tafari, Ronaldo Catha Fire Preço Individual: R$ 25/Mesa (para 4 pessoas): R$ 80 Características Festa para o público que gosta de reggae. A mesa para quatro pessoas tem direito a um espumante. A 100 metros da praia de Patamares RÉVEILLON CHE LAGARTO Local Hostel Che Lagarto. Av. Oceânica, 84, Barra Horário 20h – 4h Atrações Banda e DJ Preço Adulto: R$ 40 e R$ 60 (a depender do espaço)/Criança (6-12 anos): paga meia/ *Crianças até 5 anos não pagam Características Dois espaços. Hospedagem não necessária RÉVEILLON DO LÁLÁ Local Lálá Multiespaço. Rua da Paciência, 329, Rio Vermelho Horário 22h – 5h Atrações DJs elCabong, Catarina, Suzy 4Tons, Riffs e Jerônimo Sodré Preço R$ 60/ *Crianças até 5 anos não pagam Características Baile de máscaras. São três andares: térreo (Bar do Lalá), Teatro dos Balanços e Bar da Torre RÉVEILLON LEBOWSKI Local Lebowski Pub. R. da Paciência, 127. Rio Vermelho Horário 21h Atrações Banda Noite Vermelha com tributo a Barão Vermelho e Cazuza e DJ Pureza. Preço Individual: R$ 60 (antecipado) e R$ 70 (na hora) Características Alimentação só terá entradas. Cervejas artesanais e drinks. Cardápio do Pub. Mesa de antepastos RÉVEILLON CUBANAKAN Local Cubanakan. Av. Octávio Mangabeira, 3.183, Jardim de Alah Horário 19h – 4h Atrações Emerson José e Banda Release Preço Individual: R$ 70/Mesa: R$ 280 Características Comidas especiais de Ano-Novo MEGA RÉVEILLON AMSTERDÃ Local Amsterdã Pop Club Horário 22h – 6h Atrações Pista eletrônica: Grá Ferreira, Felipe Carvalho e Chiquinho/Pista Pop: Neres, Jhon, Igor Bispo, Bre Bittencourt Preço Open bar: R$ 80/Camarote All inclusive: R$ 120 Características Camarote com buffet de salgados e frutas RÉVEILLON VILLA BAHIANA 2018 – O CLÁSSICO Local Restaurante Villa Bahiana Horário 21h – 5h Atrações Samba di Sambá, João Oxente e DJs. Preço Acesso Bronze (open bar): R$ 90/Acesso Prata (open bar e boate): R$ 110/ Acesso Premium (mesa com 4 cadeiras, all inclusive de comidas e bebidas): R$ 1.600. Adolescentes entre 11 e 17 anos pagam meia nos acessos Prata ou Bronze Características Parquinho para crianças entre 3 e 10 anos com comidas, bebidas e monitores (R$ 70) RÉVEILLON DA MADRUGADA Local Residência na área da praia do Pedra do Sal. Sereno da Madrugada nº 6 – Itapuã Horário 22h – 5h Atrações DJ Uriel Balistiere e dois convidados-surpresa Preço R$ 100 Características Acesso à praia e piscina, jardim. Baiana de acarajé, churrasco, hambúrguer, entre outros. Bebidas RÉVEILLON DO ORLA MUSIC Local Orla Music Bar. Avenida Eduardo Dotto. Praia de Tubarão, Paripe Horário 23h – 5h Atrações Banda Partiu Samba Preço Adulto: R$ 100/Criança: R$ 50/ *Crianças até 12 anos não pagam Características All Inclusive (jantar e salgados) e bebidas
Como o Galáticos Online noticiou neste domingo (24), o volante Uillian Correia acertou a sua rescisão contratual com o Cruzeiro e vai assinar um vínculo de dois anos com o Vitória. A assinatura do contrato está prevista para acontecer durante a reapresentação do elenco rubro-negro, no início de janeiro, porém, o atleta já afirmou que espera permanecer no Leão muito mais do que dois anos. “Realmente as conversas saíram como planejamos, e todas as partes saíram satisfeitas. Me apresento no início do mês para assinar o contrato de renovação, que era um desejo de todos. Estou muito feliz pela permanência. Não poderia ter tido presente melhor. O Vitória é um clube que eu tenho o maior carinho do mundo. Espero ficar aqui não só por mais dois anos, mas por muito mais tempo. Vou dar a vida para fazer uma grande temporada em 2018 com o clube. O próximo ano tem tudo para ser especial para o torcedor rubro-negro, afirmou em entrevista ao GloboEsporte.com. Uillian Correia tem 28 anos e acumula passagens por clubes como do Cruzeiro, Santa Cruz, Ceará, Sampaio Correia e Pelotas, além de Paços Ferreira e Feirense, de Portugal. Ele chegou ao Vitória ainda no final de 2016 e na temporada de 2017 acumulou 51 partidas e quatro gols marcados.
"Fica concedido o título de Cidadão Paulistano ao sr. Marcelo Odebrecht pela sua dedicação às causas sociais e dos trabalhadores, luta e sacrifício pela democracia, defesa das liberdades civis e restauração do Estado de Direito." Assim dizia um decreto da Câmara Municipal de São Paulo assinado em 2011 concedendo a honraria ao herdeiro da empreiteira, preso desde 2015. Seis anos depois, o autor da sugestão de homenagear o empreiteiro está sendo processado pelo Ministério Público sob acusação de receber caixa dois da empresa. Então vereador pelo PT, Francisco Chagas propôs o título a Marcelo Odebrecht por "promover emprego e renda" para a cidade e por ser uma "jovem liderança empresarial". Até a construção do estádio do Corinthians, tocada pela empreiteira na zona leste, foi listada por ele na época como justificativa. Na última terça (19), dia em que Marcelo enfim deixou a cadeia no Paraná e passou ao regime domiciliar, o Ministério Público do Estado de São Paulo ajuizou uma ação civil contra Chagas -e contra a Odebrecht- por suposto pagamento de caixa dois. A delação apontou pagamento de R$ 30 mil na campanha de 2010, na eleição dele para deputado federal, sob o codinome "Campinas". Para os promotores, esses repasses configuram improbidade administrativa. A Odebrecht fez um acordo com o Ministério Público paulista em que se comprometeu a pagar aos cofres públicos quantias equivalentes às repassadas via caixa dois. O promotor Valter Santin chamou o processo de "simbólico" pelo valor baixo, se comparado a outros casos relativos à empreiteira. A sessão solene na qual o empreiteiro recebeu o título ocorreu em 2 de agosto de 2012 no salão nobre da Câmara paulistana. O então prefeito Gilberto Kassab (PSD) compareceu, chamou Marcelo de "homem exemplar e referência" e posou para fotos com ele. Kassab, hoje ministro do governo Michel Temer, também se tornou alvo na semana passada de ação de improbidade dos promotores paulistas, que o acusam de receber R$ 21,2 milhões em caixa dois da Odebrecht -ele nega. Vereadores tentam revogar a homenagem A Odebrecht fez ainda doações oficiais a campanhas de Chagas por meio da Braskem. Em 2014, a empresa foi a principal doadora de sua campanha a deputado federal, com R$ 381,5 mil pagos. Também doou R$ 30 mil na eleição de 2008. A reportagem procurou o ex-vereador desde quinta (21), mas não conseguiu contatá-lo. Segundo o Ministério Público, Chagas foi ouvido durante a investigação e negou ter cometido irregularidade.
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai discutir no início de 2018 o registro de candidaturas de transexuais. A pedido da senadora Fátima Bezerra (PT-RN), a Corte Eleitoral deve definir, por exemplo, se um homem transexual que disputar a próxima campanha pode ser incluído pelos partidos na cota feminina. De acordo com a Coluna do Estadão, a Lei das Eleições prevê que cada legenda ou coligação deverá preencher no mínimo 30% para candidaturas de cada sexo, mas a senadora alega que o termo “sexo” é questionável nesse caso, pois não alcança a identidade de gênero. Conforme a publicação, a maioria dos partidos enfrenta problemas para cumprir a cota feminina. O caso dos transexuais está sob a relatoria do ministro Tarcisio Vieira. Uma decisão sobre o tema pode sair até 5 de março, quando o TSE fecha as resoluções da eleição de 2018. A senadora pede ao TSE que também esclareça se o candidato transexual pode concorrer com o nome social. Sustenta que a maioria não possui documentos emitidos conforme a identidade de gênero e sim de acordo com o sexo biológico.
Trabalhadores com direito ao abono salarial ano-base 2015 têm até quinta-feira (28) para sacar o beneficio. O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) informou que esse é o prazo final e não haverá nova prorrogação. Segundo o MTE, até o fim de novembro 1,4 milhão de brasileiros com direito ao benefício ainda não tinham sacado o dinheiro. Quem trabalhou na iniciativa privada em 2015 pode retirar o dinheiro em qualquer agência da Caixa Econômica Federal ou em uma casa lotérica. Servidores públicos devem procurar o Banco do Brasil. Cada trabalhador recebe valor proporcional à quantidade de meses trabalhados formalmente naquele ano. Se a pessoa trabalhou o ano todo, recebe o valor na íntegra. Quem trabalhou por seis meses, por exemplo, recebe metade do valor. Os pagamentos variam de R$ 79 a R$ 937. Quem tem direito Para ter direito ao abono salarial ano-base 2015, é preciso ter trabalhado formalmente em 2015 e atender a alguns requisitos, como estar vinculado formalmente a uma empresa ou a um órgão público por pelo menos 30 dias naquele ano, ter remuneração média de até dois salários mínimos no período, estar inscrito no Programa de Integração Social (PIS) ou no Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) há pelo menos cinco anos e ter os dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). Para saber se tem direito ao benefício, é possível fazer uma consulta ao site do Ministério do Trabalho com o número do PIS ou do CPF e a data de nascimento. Também é possível obter informações nas agências bancárias ou ligando para o Alô Trabalho, 158. As ligações são gratuitas de telefone fixo em todo o país. A Caixa Econômica Federal fornece a informação aos beneficiários do PIS também pelo telefone 0800-726 02 07. O Banco do Brasil atende os beneficiários do Pasep no número 0800-729 00 01.
Com o encerramento dos mandatos de dois terços dos senadores, os principais caciques do Senado vão às urnas em 2018 em um cenário adverso: terão de explicar ao eleitor as acusações das quais são alvo, propor saídas para a crise política e enfrentar menor disponibilidade de recursos para financiamento de suas campanhas. Dos 54 senadores cujos mandatos chegam ao fim, 21 respondem a investigações no STF em ações da Lava Jato ou desdobramentos. Neste quadro, estão nomes de destaque na Casa como Renan Calheiros (MDB-AL), Romero Jucá (MDB-RR), Aécio Neves (PSDB-MG) e o presidente Eunício Oliveira (MDB-CE). Será a primeira eleição geral após o STF ter proibido o financiamento empresarial, em 2015, e depois de a classe política ter sido atingida pela Lava Jato. + Bancada católica ocupa posições estratégicas na Câmara Segundo colocado na corrida presidencial em 2014, Aécio agora enfrenta dificuldades para firmar sua candidatura à reeleição. O mineiro enfrentou forte desgaste em 2017 após ter sido gravado pelo empresário e delator Joesley Batista. Foi denunciado pelos crimes de obstrução de Justiça e corrupção passiva e afastado duas vezes do mandato pela Justiça. Por meio de sua assessoria, o tucano não confirmou se disputará uma vaga no Senado, mas disse que, na avaliação de seu grupo político, "uma candidatura majoritária é o melhor caminho para que o senador possa responder às acusações de que é alvo e repor a verdade". DISTÂNCIA Réu no STF por crime de peculato e alvo de inquéritos na Lava Jato, Renan passou a cuidar de sua reeleição desde o início de 2017. Ele se distanciou de Michel Temer e passou a fazer oposição a medidas como as reformas trabalhista e da Previdência. Além disso, intensificou as agendas no interior de Alagoas ao lado do governador, Renan Filho (MDB). Com a iniciativa, ele pretende minimizar o impacto de recursos mais escassos para a campanha. "Acho que será uma eleição de corpo a corpo. Será preciso gastar sola de sapato e conversar muito com as pessoas. Com menos dinheiro, contará muito o serviço prestado aos municípios nos últimos anos. Teremos que mostrar o que fizemos pelas pessoas", afirmou, por meio de sua assessoria. Para se defender das acusações, Renan tem subido o tom nas críticas contra Temer e o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha, preso no Paraná. "Acredito que a Lava Jato não será um problema para mim. As pessoas já entenderam que houve excessos e acusações injustas", disse, em nota. De olho nas urnas, Eunício tem se voltado a agendas com o governador Camilo Santana (PT), no interior do Ceará. Ao lado de Santana, seu adversário nas eleições de 2014, ele tem reforçado que ajudou a levar obras importantes para a região, como a transposição do rio São Francisco. Empresário com patrimônio de R$ 99 milhões declarado à Justiça eleitoral, Eunício não deve ter dificuldade em custear sua campanha. O peemedebista afirma que as novas regras trouxeram mais equilíbrio entre os candidatos. "Antes o céu era o limite, o autofinanciamento poderia ser de R$ 1 bilhão, 1 trilhão ou um tostão. Nós botamos o teto. O que aconteceu foi uma evolução." Sobre as acusações existentes contra ele na Lava Jato, Eunício diz que ficou "chateado" e que as suspeitas não têm fundamento. Ele é acusado de ter vendido medida provisória. Segundo ele, a delação é infundada. "Tenho convicção de que vai ser arquivado. Eu tenho apenas inquérito, não denúncia." CONTROLE Outro cacique investigado e que vai disputar a reeleição é o líder do governo no Senado, Romero Jucá. De Estado com número reduzido de eleitores, ele tem controle sobre a política local e não deve enfrentar dificuldades. Em sua defesa, vem afirmando que as acusações são "armação" do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot. A Lava Jato coloca em risco ainda candidaturas como a da senadora Marta Suplicy (MDB-SP), mencionada nas delações da JBS e da Odebrecht. A senadora enfrentará dificuldade com seu tradicional eleitorado petista, na Grande São Paulo. Ela trocou em 2015 o PT pelo MDB. Outro senador por São Paulo, o tucano Aloysio Nunes, também terá uma reeleição apertada. Ministro das Relações Exteriores, afirmou via assessoria que pretende se desincompatibilizar em abril para se candidatar. Com informações da Folhapress.

Tela Noticia acima de tudo, representa jornalismo com seriedade em busca da verdade por trás dos fatos!

Lives Facebook

GALERIA FATO VERDADE