×

Aviso

JUser: :_load: Não foi possível carregar usuário com ID: 1018
Esportes

Esportes (322)

O baiano Robson Conceição venceu mais uma luta como pugilista profissional. A oitava vitória veio na noite deste sábado (30), sobre Gavino Guaman em Oklahoma City, nos Estados Unidos. O campeão olímpico bateu o equatoriano naturalizado americano por nocaute no terceiro round. Após a luta, o pugilista comemorou nas redes sociais. "Obrigado senhor por mais uma vitória. Obrigado galera pelo apoio e mensagens", escreveu. Invicto, Robson segue na caça ao cinturão de relevo no peso super pena (58,97kg).
O Vitória está de volta à elite do Brasileirão Feminino. Após a queda em 2017, o Rubro-Negro garantiu o retorno à Série A-1 com um brilhante triunfo fora de casa. Se no Barradão o time baiano arrancou um empate de 1 a 1 nos últimos minutos, neste domingo (30), no Beira Rio, as Leoas venceram as Coloradas por 2 a 1 na partida de volta da semifinal. Com o triunfo, além da vaga na elite, o Vitória está na final da Série A-2. O adversário na briga pelo título sairá do confronto entre 3B Sport-AM e Minas-DF, neste domingo (1º).
O time Sub-15 do Bahia estreou com o pé direito na Copa 2 de Julho. Na tarde deste sábado (30), o Tricolor venceu o Juazeiro por 3 a 1. Júnior, Vagner e Gilberto marcaram os gols do time de Salvador. A equipe do técnico Rafael jogou com Ronaldo; Allan (André), Kayk, Silvano (Carlos Daniel) e Gabriel (Ramires);Luan (Davi), Vagner (Thalys), Liedson e Allysson; João Pedro (Diogo) e Daniel. Neste domingo (1º), o Esquadrão enfrenta o Blooming, da Bolívia, às 15h30.
Se o atacante Erick se mostrou tímido ao ser apresentado pelo Vitória, Ruan Renato foi diferente. O zagueiro não se poupou nas palavras e logo revelou planos ambiciosos com a camisa rubro-negra. "Espero conquistar as metas estabelecidas aqui, trazer títulos, marcar meu nome e deixar alegrias para o torcedor que merece tanto", disse. O defensor, que retornou ao Brasil após uma passagem pelo futebol austríaco, ainda afirmou o que o Leão precisa para fazer uma boa sequência de Série A após a Copa. "Temos que encontrar o equilíbrio. Mancini vem trabalhando isso e eu tenho certeza que o Vitória vai melhorar a situação no campeonato. Precisamos continuar fazendo gols e sofrer menos. Esta é a receita", completou.
Com gols de Paulinho e Thiago Silva, o Brasil venceu a Sérvia por 2 a 0 e garantiu a liderança do Grupo E na primeira fase da Copa do Mundo. Pressionada por um bom resultado, a Seleção Brasileira de Tite conseguiu controlar a partida e assegurou o resultado em Spartak. Classificado, o time enfrentará o México pelas oitavas de final na próxima segunda-feira, às 11 horas, em Samara, enquanto o adversário volta para a casa mais cedo. No outro jogo do grupo, a Suíça empatou por 2 a 2 com a Costa Rica, garantiu a classificação e enfrenta a Suécia nas oitavas de final na próxima terça-feira, às 11 horas, em São Petersburgo. Destaque da Seleção Brasileira foi a disciplina tática, que mesmo com Casemiro, Neymar e Philippe Coutinho pendurados, o time saiu do gramado sem receber nenhum cartão amarelo. Marcelo, por outro lado, sentiu uma lesão na lombar e passou a ser dúvida para a próxima fase. O Brasil começou o jogo em alta intensidade. Com apenas um minuto de jogo Neymar avançou pela direita, cortou a marcação e deixou com Philippe Coutinho, que arriscou de fora da grande área, mas ele carimbou Gabriel Jesus, que estava impedido. Depois, o camisa nove recebeu frente a frente com Stojkovic, mas bateu em cima do goleiro. Assim como no primeiro lance, o jogador estava em posição irregular e invalidou a jogada. Com sete minutos o lateral esquerdo Marcelo, um dos pilares do técnico Tite na Seleção Brasileira, sentiu um problema e jogou a bola para fora. Pouco tempo depois ele teve que ser substituído por Filipe Luís e saiu diretamente para o vestiário, com a expressão de quem sentia muita dor. Dentro de campo, o Brasil sentiu a saída do jogador e caiu de rendimento, dando espaço para a Sérvia começar a trabalhar as suas jogadas. A primeira finalização oficial da Seleção Brasileira saiu apenas aos 25 minutos. Neymar encaixou uma jogada individual pela esquerda e deixou com Gabriel Jesus, que também gingou na frente da marcação e voltou para o camisa dez. Ele arriscou um chute cruzado, mas o goleiro Stojkovic conseguiu espalmar e o zagueiro afastou o perigo. Com a vantagem de jogar pelo empate, o Brasil não tinha problemas em trocar passes no campo defensivo. Aumentando a confiança, Neymar arrumou um lançamento na medida para Gabriel Jesus, aos 28 minutos. O atacante até hesitou, aguardando o auxiliar confirmar a posição regular, mas, assim que obteve o aval, partiu para cima do goleiro, cortou a marcação, e, na hora da finalização, acabou travado, desperdiçando oportunidade clara. Com 33 saiu a primeira oportunidade real da Sérvia, em cruzamento de Tadic, mas Mitrovic jogou para fora. Depois de tanto insistir, o Brasil finalmente abriu o placar aos 35 minutos do primeiro tempo. No meio de campo, Philippe Coutinho acompanhou a movimentação nas costas da marcação e lançou Paulinho, que entrou em velocidade. O volante saiu frente a frente com Stojkovic, aguardou o quique da bola e tocou por cima do goleiro, abrindo o placar em Spartak. A Sérvia tinha dificuldade para criar, mas arriscava em bolas alçadas na grande área. No segundo tempo o Brasil chegou com 11 minutos, com Neymar recebendo um belo lançamento pela esquerda, no um contra um. Ele cortou para a linha de fundo e bateu cruzado, mas o goleiro conseguiu jogar pela linha de fundo. A Sérvia respondeu à altura aos 15 minutos. Em cruzamento da esquerda, Alisson saiu mal do gol e sobrou para Mitrovic, que errou o cabeceio e acabou jogando em cima de Thiago Silva, mesmo com o gol aberto. Em menos de um minuto a Sérvia cresceu de produção e chegou com pelo menos três oportunidades de perigo, todas elas de forma consecutiva. Na mais clara de todas a marcação do Brasil precisou afastar o perigo dentro da pequena área. Sentindo o momento de pressão, a Seleção Brasileira passou a trocar passes no campo ofensivo, sem deixar o adversário chegar. Para reestruturar o meio de campo, Tite chamou Fernandinho no lugar de Paulinho. Antes da substituição, aos 19 minutos, Mitrovic recebeu um novo cruzamento pela direita, desta vez pelo alto. Ele subiu muito mais que a marcação e testou no chão, mas Alisson conseguiu fazer uma bela defesa para evitar o empate. E no momento de maior pressão saiu o segundo gol do Brasil. Em cobrança de escanteio de Neymar, aos 22 minutos, Thiago Silva tomou a frente de Milenkovic e testou no primeiro pau para ampliar a vitória. Na reta final da partida o Brasil poderia ter ampliado o placar. Com 40 minutos, Fernandinho tentou o arremate, a bola explodiu na marcação e sobrou para Neymar, que tentou driblar Stojkovic, mas o goleiro conseguiu se recuperar e ficou com ela. Depois, com 44, novamente com o camisa 10, a marcação da Sérvia conseguiu fechar o espaço e travou o chute, em lance de um contra um. Garantido na próxima fase, a Seleção passou a trocar passes. FICHA TÉCNICA Sérvia 0 x 2 Brasil Sérvia: Stojkovic; Rukavina, Milenkovic, Vilejkovic e Kolarov; Matic, Tadic, Milinkovic-Savic e Ljajic (Zivkovic); Kostic (Radonjic) e Mitrovic. Técnico: Mladen Krstajic. Brasil: Alisson; Fagner, Thiago Silva, Miranda e Marcelo (Filipe Luís); Casemiro; Willian, Paulinho (Fernandinho), Coutinho (Renato Augusto) e Neymar; Gabriel Jesus. Técnico: Tite. Gols: Paulinho, aos 35 minutos do primeiro tempo. Thiago Silva, aos 22 minutos do segundo tempo. Cartões amarelos: Ljajic, Mitrovic e Matic (Sérvia);
O Facebook e o Esporte Interativo ganharam a concorrência dos direitos de televisão da Liga dos Campeões no Brasil a partir de 2018/2019 por mais três anos. O gigante de mídias sociais vai ficar com a TV aberta, substituindo a Globo que não entrou na licitação. Já a Turner mantém os direitos de TV fechada. A informação é do jornalista Rodrigo Mattos, do Portal Uol Esportes. O processo ainda não está plenamente concluído com negociações para acertar detalhes. Mas os vencedores já estão definidos e não vão mudar. A questão é como será a divisão de jogos das duas plataformas. Há a possibilidade de um acordo entre as partes para dividir os jogos. A maior surpresa é o fato de a Globo perder os direitos da TV aberta. A competição vinha dando altos índices de audiência, mas a emissora acabou não fazendo proposta para os direitos. A Globo tem investido pesado em outros direitos com o aumento da concorrência: teve que aumentar valores pagos por competição que já tinham como o Brasileiro, Libertadores e Copa do Brasil. O Facebook assim dá mais um passo de crescimento no mercado esportivo. Já tinha obtido o quarto pacote de mídia da Libertadores, que representa todos os jogos na quinta-feira e agora avança. A empresa de mídias sociais também disputou a TV aberta da Libertadores com a Globo, chegando a fazer proposta pelo pacote do Brasil, segundo apurou o Uol. Na concorrência da TV fechada, havia a possibilidade de o SporTV fazer uma proposta juntamente com a ESPN, o que não se concretizou. O canal pago do grupo Globo também não entrou na concorrência.
Após o triunfo sobre a equipe do Ceará, na última quinta-feira (21), pela Copa do Nordeste, o elenco do Bahia se reapresentou neste sábado (23) e já iniciou a preparação para a partida de volta das semifinais da competição regional. O segundo duelo com o Vozão acontecerá às 21h45 da próxima terça-feira (26), na Arena Fonte Nova. Antes de dar início aos treinamentos, o técnico Enderson Moreira reuniu os atletas e teve uma longa conversa com eles. Na sequência, o comandante orientou um treinamento técnico e tático com bola utilizando apenas metade do gramado. Num segundo momento da atividade, os atletas que vem atuando com maior frequência foram liberados para fazer uma atividade na fisioterapia, enquanto os demais continuaram no campo e participaram de mais uma atividade com bola. Os atletas que estão se recuperando de lesões, o goleiro Douglas, e os atacantes Edigar Junio, Kayke e Junior Brumado ficaram realizando tratamento no departamento médico. Já o meia-atacante Marco Antônio realizou um trabalho na sala de musculação. O elenco tricolor retorna aos trabalhos na manhã deste domingo (24), no Fazendão.
Eliminado da última Copa do Mundo após acachapante goleada por 7 a 1 para a Alemanha, o Brasil tem chances de enfrentar os algozes de 2014 já na próxima fase deste Mundial. A definição dos grupos de Brasil e Alemanha, E e F, respectivamente, acontece na próxima quarta-feira (27). Os jogos do grupo da seleção brasileira serão às 15h. Os da chave alemã, às 11h, ou seja, a equipe comandada por Tite entrará em campo já sabendo o que aconteceu com os atuais campeões mundiais. Se vencer a Sérvia, a seleção brasileira vai a 7 pontos e só poderá ser alcançada pela Suíça, caso esta vença a Costa Rica. Dessa forma, os europeus também iriam a 7 pontos e a definição se daria nos critérios de desempate. Hoje, o Brasil tem um gol a mais de saldo (2 a 1). Em caso de empate, o Brasil avança em primeiro se a Suíça empatar ou perder para a Costa Rica. Para que fiquem em segundo no Grupo F, os alemães têm de vencer a Coreia do Sul e o México não pode perder para a Suécia. Se empatar com a Sérvia, a seleção brasileira vai a 5 pontos. Caso a Suíça vença a Costa Rica, irá a 7 e assumirá a liderança. Outra possibilidade é que o Brasil seja derrotado pela Sérvia, desde que a Costa Rica também vença a Suíça –neste caso, a vaga entre brasileiros e suíços seria definida nos critérios de desempate. Pelo outro grupo, é necessário que a Alemanha vença a Coreia do Sul e que a Suécia supere o México. Assim, alemães, suecos e mexicanos ficariam com 6 pontos cada um e definiriam líder, vice-líder e eliminado nos critérios de desempate.
Antes de iniciar o último treino preparatório para o segundo jogo da Copa do Mundo da Rússia, o técnico Tite anunciou nesta quinta-feira (21) a escalação da seleção brasileira que enfrentará a Costa Rica, em São Petersburgo, próxima sexta (22). O Brasil entrará em campo com o mesmo time que começou a partida de estreia: Alisson, Fagner (entrou no lugar de Danilo, após ser confirmada lesão), Thiago Silva, Miranda e Marcelo; Casemiro, Paulinho e Philippe Coutinho; Willian, Neymar e Gabriel Jesus. No próximo jogo, o zagueiro Thiago Silva usará a braçadeira de capitão, mantendo o rodízio adotado por Tite. A escalação da equipe brasileira foi anunciada em entrevista coletiva do técnico, na Arena Zenit, em São Petersburgo, palco da partida válida pela segunda rodada do Grupo E da Copa do Mundo. O técnico cobrou uma boa atuação de seus comandados e afirmou que foram feitos ajustes táticos para buscar a primeira vitória na Copa da Rússia. "[É preciso] ser efetivo. Transformar as oportunidades em gol. Continuar proporcionando muito poucas oportunidades ao adversário. Eu também estava na expectativa do primeiro jogo. Hoje, já tem foco maior, abstração maior. Alguns ajustes, vamos continuar fazendo, de posicionamento", argumentou. Para o zagueiro brasileiro, sua atuação em campo não depende de ser ou não o capitão do time. “Fico bastante tranquilo. É dar o máximo para a seleção brasileira, independentemente de estar com a braçadeira ou não. A gente consegue dividir essa responsabilidade dentro de campo. Temos características diferentes, mas estamos muito bem servidos [de líderes]”, afirmou. Thiago Silva era o capitão brasileiro no Mundial de 2014, quando seleção foi eliminada pela Alemanha, pelo placar de 7 x 1. Para Tite, o zagueiro teve maturidade para recuperar seu espaço no time após o vexame na Copa do Mundo do Brasil. “Se pegássemos todo mundo que foi criticado na última Copa do Mundo, teríamos terra arrasada. E a vida, o futebol não são assim. Coloquei, coerentemente, que havia uma série de atletas com maturidade suficiente para continuar esse rodízio. Thiago é um deles. Quando ele buscou titularidade, não foi por nível baixo. Os três estavam jogando muito. Tem maturidade suficiente para saber da necessidade de resultado, mas antes a necessidade de desempenho”, afirmou. A seleção fez, nesta tarde, um treino de reconhecimento do estádio. Seguindo o protocolo da Fifa, a atividade foi cronometrada: uma hora exata de treinamento. Tite comandou um trabalho tático que ele chama de “treino fantasma”: os 11 titulares atuam sozinhos, mas recebem orientações de posicionamento e movimentação. Na segunda parte, enquanto os reservas faziam o mesmo trabalho com os auxiliares do técnico, os titulares treinaram as bolas paradas. O time da Costa Rica para enfrentar o Brasil terá uma mudança na lateral esquerda em relação à formação que perdeu para a Sérvia, na abertura do Grupo E da Copa da Rússia. “A única variação será Oviedo no lugar de Calvo. A estrutura será mantida, pensando em um jogo aberto”, disse o técnico da Costa Rica, Óscar Ramírez. A Costa Rica terá Navas, Gamboa, Acosta, González, Duarte e Oviedo; Venegas, Borges, Guzmán e Ruiz; e Ureña.
Após três dias de folga, o elenco do Bahia se reapresentou na tarde desta segunda-feira (18). No Fazendão, o Tricolor iniciou a preparação para a partida de ida da semifinal da Copa do Nordeste, contra o Ceará, na próxima quinta (21). O grupo iniciou as atividades com um trabalho físico. Em seguida, ainda sob orientação do auxiliar Cláudio Prates, os jogadores participaram de um treino técnico em campo reduzido. Durante o treinamento, o meia Vinicius sofreu um trauma no joelho e deixou a atividade mais cedo. O atleta já iniciou tratamento no Departamento Médico. Também seguem no DM o goleiro Douglas, com trauma no cotovelo, e os atacantes Júnior Brumado e Edigar Junio. Já o meia Marco Antônio realizou tratamento na fisioterapia.

Tela Noticia acima de tudo, representa jornalismo com seriedade em busca da verdade por trás dos fatos!

Lives Facebook

GALERIA FATO VERDADE