O presidente Jair Bolsonaro enviou nesta quarta-feira (14) uma carta ao presidente americano Joe Biden em que se compromete – pela primeira vez – a eliminar o desmatamento ilegal até 2030.

“Queremos reafirmar neste ato, em inequívoco apoio aos esforços empreendidos por V. Excelência, o nosso compromisso em eliminar o desmatamento ilegal no Brasil até 2030”, disse Bolsonaro.

No próximo dia 22, os Estados Unidos realizam uma Cúpula de Líderes sobre a questão climática – uma das principais bandeiras do democrata Joe Biden e até agora uma fonte de atrito com o presidente brasileiro.

Bolsonaro diz na carta que “tem muita satisfação em participar do evento” e “assegura seu engajamento na busca de compromissos e resultados ambiciosos para a cúpula”.

Ele mantém sua posição de que precisa de ajuda financeira para combater o desmatamento, mas não chega a atribuir um valor específico.

"Ao sublinhar a ambição das metas que assumimos, vejo-me na contingência de salientar, uma vez mais, a necessidade de obter o adequado apoio da comunidade internacional, na escala, volume e velocidade compatíveis com a magnitude e a urgência dos desafios a serem enfrentados."

Nas últimas semanas, técnicos do Brasil e dos Estados Unidos vem negociando para que o Brasil faça um gesto concreto sobre o desmatamento da Amazônia na cúpula de Biden. O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, chegou a se reunir virtualmente duas vezes com o enviado especial dos EUA para o clima, o ex-candidato à Presidência John Kerry.

Segundo duas fontes do setor privado que vem acompanhando de perto o assunto, a meta de eliminar o desmatamento ilegal em 2030 ainda é pouco ambiciosa, pois o Brasil tem instrumentos para fazer isso em dois ou três anos.

As fontes ressaltam, no entanto, que é um ponto de partida para a negociação de uma data e que representa uma mudança importante de tom do governo brasileiro, que alegava a soberania sobre a Amazônia para não agir.

No documento, Bolsonaro chega a dizer quer ouvir “entidades do terceiro setor, indígenas e comunidades tradicionais”, fazendo um aceno as organizações não-governamentais (ONGs), com quem estava em guerra até agora.

As negociações entre Brasil e Estados Unidos têm sido acompanhadas de perto por grandes empresas e bancos brasileiros, que se ressentem do bloqueio de recursos de fundos internacionais por causa do desmatamento.

Fontes a par do assunto dizem que um acordo ambiental é vital para que os americanos sejam generosos com o Brasil em outras áreas, como o fornecimento de vacinas. A partir do fim de maio, os EUA terão doses sobrando de vacina após imunizar toda sua população adulta.

Muitos países estão disputando a boa-vontade dos americanos para receber essas doses. A expectativa é elas cheguem primeiro para México e Canadá, mas depois venham para o Brasil.

FONTE: CNN BRASIL

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.362 da Mega-Sena, realizado nesta quarta-feira (14) no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário do Tietê, em São Paulo. Os números sorteados foram 03 - 20 - 22 - 32 - 35 - 50. O próximo concurso, no sábado (17), deve pagar R$ 40 milhões.

A quina teve 41 ganhadores e cada um receberá R$ 75.848,58. A quadra teve 3.883 acertadores e pagará o prêmio individual de R$ 1.144,10.

As apostas podem ser feitas até as 19h do dia do sorteio nas lotéricas de todo o país ou pela internet, no site da Caixa. A aposta simples, com seis dezenas, custa R$ 4,50.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

O engenheiro Paulo José Arronenzi, denunciado pela Justiça pelo assassinato da ex-mulher, a juíza Viviane Vieira do Amaral, 45 anos,  esfaqueada na frente das três filhas na véspera do Natal de 2020, usou o direito de ficar calado durante o interrogatório, nesta quarta-feira (14), no 3º Tribunal do Júri do Rio. 

O juiz Alexandre Abrahão presidiu a audiência que durou pouco mais de três horas e foi marcada pelo clima de comoção de familiares e amigos da vítima. O magistrado concluiu a fase de instrução do processo após ouvir o depoimento de oito testemunhas. A acusação e a defesa terão agora prazos sucessivos de cinco dias para a apresentação de suas alegações finais. Depois disso, o juiz decidirá se o engenheiro deve ser levado a júri popular.

Assassinato

O crime aconteceu na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, quando a juíza levava as crianças para passarem o Natal com o pai, por volta das 18h do dia 24. O pai marcou com a ex-mulher o lugar para pegar as três filhas menores de idade, que levavam presentes de Natal para Arronenzi. O engenheiro foi preso em flagrante logo em seguida por guardas municipais. 

De acordo com a denúncia do Ministério Público, o assassinato foi motivado "pelo inconformismo do acusado com o término do relacionamento, especialmente pelas consequências financeiras do fim do casamento na vida do engenheiro".  

Denúncia

Paulo Arronenzi foi denunciado por homicídio quintuplamente qualificado. As qualificadoras, que podem levar ao aumento da pena em caso de condenação são: feminicídio, ou seja, a vítima foi morta por ser mulher; o crime foi praticado na presença de três crianças; o assassinato foi cometido por motivo torpe, já que o acusado a matou por não se conformar com o fim do relacionamento; o crime foi cometido por um meio que dificultou a defesa da vítima, atacada de surpresa quando descia do carro enquanto levava filhas ao encontro do ex-marido; e o meio cruel utilizado, uma vez que as múltiplas facadas no corpo e no rosto causaram intenso sofrimento à vítima.  

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

O São Paulo chegou à terceira vitória em três jogos realizados em cinco dias. Nesta quarta-feira (14), o Tricolor superou o Guarani por 3 a 2 no Morumbi, em partida antecipada da nona rodada do Campeonato Paulista. A equipe da capital foi a 16 pontos, liderando o Grupo B, com a melhor campanha geral. O Bugre, com cinco pontos, é o terceiro colocado do Grupo D, o mesmo do Santos.

Com a paralisação do Estadual por duas semanas, no período em que o Estado esteve na Fase Emergencial, a mais rígida no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus (covid-19), a Federação Paulista de Futebol (FPF) tem acelerado a remarcação dos jogos de clubes envolvidos em torneios nacionais e internacionais no primeiro semestre. A maratona do São Paulo, que disputa a Libertadores, teve início no sábado (10), com a goleada por 5 a 1 sobre o São Caetano. Na terça-feira (12), o Tricolor derrotou o Red Bull Bragantino por 1 a 0.

Com um time misto em campo, repleto de jogadores formados na base entre os titulares (oito), o São Paulo começou pressionado pelo Guarani, que abriu o placar aos nove minutos, em uma bomba do lateral Airton. Aos 13, o meia Régis quase surpreendeu o goleiro Lucas Perri, acertando o travessão no escanteio. Aos poucos, o Tricolor foi se encontrando e criou lances de perigo, com o meia Martín Benítez e o atacante Vitor Bueno. Aos 44, enfim, o lateral Wellington aproveitou rebote de uma cabeçada de Benítez e empatou o jogo.

A virada veio logo aos quatro minutos, em contra-ataque bem trabalhado, que culminou em cruzamento do atacante Galeano e gol do meia Igor Gomes, que bateu de primeira, na área. Aos 25, porém, a defesa tricolor bobeou após passe rasteiro de Davó, que o também atacante Bruno Sávio concluiu para as redes, deixando tudo igual.

Aos 34 minutos, Vitor Bueno perdeu grande chance na sequência de um cruzamento do também atacante Eder pela direita, batendo por cima, de frente para o goleiro Gabriel. Quatro minutos depois, o camisa 12 se redimiu ao ser lançado por Galeano e finalizar na saída do arqueiro do Guarani, garantindo a vitória ao São Paulo no Morumbi.

O Tricolor dá sequência à maratona pelo Paulistão na sexta-feira (16), às 22h (horário de Brasília), no Allianz Parque, contra o rival Palmeiras. O Guarani volta a campo na terça-feira (20), contra a Ferroviária, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP), em horário que ainda será definido.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

O Senado aprovou hoje (13) um projeto de lei que cria o Formulário Nacional de Avaliação de Risco. Esse formulário é um instrumento de proteção às vítimas de violência doméstica e familiar e  deve ser aplicado no momento do registro da ocorrência de violência contra a mulher. O projeto teve origem na Câmara, onde foi aprovado e seguiu para o Senado. Agora, vai à sanção presidencial.

O formulário é composto por 19 perguntas objetivas e 10 abertas, acompanhado de um gabarito que aponta para três níveis de risco: baixo, médio e elevado. O objetivo é identificar os fatores que indicam o risco de a mulher vir a sofrer qualquer forma de violência no âmbito das relações domésticas para subsidiar a atuação dos órgãos de segurança pública, dentre outros.

Ele deve ser aplicado no primeiro atendimento à mulher por profissionais das áreas da assistência psicossocial, jurídica, segurança, saúde e justiça. O formulário foi pensado com base na experiência de outros países, como Portugal, Austrália, Canadá, Reino Unido e Estados Unidos, e conta com o apoio técnico da União Europeia e do Ministério Público.

“A adoção de um formulário que pode atuar na prevenção da escalada da violência contra a mulher é ainda mais necessária. O modelo contribui para tornar mais eficaz a atuação do poder público, com a identificação célere dos potenciais casos de agravamento da violência”, afirmou a relatora do projeto no Senado, Leila Barros (PSB-DF).

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

O Santos se classificou para a fase de grupos da Copa Libertadores após empatar em 2 a 2 com o San Lorenzo (Argentina), nesta terça-feira (13) em partida realizada no estádio Mané Garrincha, em Brasília. O Peixe chegou à partida de volta da terceira fase preliminar da competição em situação muito confortável, após vencer na Argentina, na última terça (6), por 3 a 1.

Com a classificação alcançada nesta noite, o Santos entra no Grupo C da competição continental, ao lado do Boca Juniors (Argentina), do Barcelona de Guayaquil (Equador) e do The Strongest (Bolívia).

Mesmo com a vantagem obtida na partida de ida, o Peixe não permitiu que o San Lorenzo ficasse confortável no gramado do Mané Garrincha. A equipe da Vila Belmiro partiu para o ataque e criou boas chances nos primeiros minutos com Madson e depois com Marinho, em cobrança de escanteio na qual a bola quase entrou direto no gol.

De tanto tentar, o Santos conseguiu abrir o placar aos 21 minutos. Felipe Jonatan lançou em profundidade Marcos Leonardo, que avançou com liberdade e, quase da linha de fundo, bateu muito forte para vencer o goleiro Devecchi. Um golaço.

As equipes permaneceram em busca do gol, mas o placar permaneceu inalterado até o intervalo. Logo no início da etapa final o San Lorenzo levou outro golpe, quando Rojas acabou expulso após cometer falta em Marinho, que puxava contra-ataque.

Com um homem a mais, o Peixe não demorou a ampliar a vantagem. Aos 11 minutos o venezuelano Soteldo puxou contra-ataque e tocou para o lateral Pará, que bateu colocado para marcar o segundo. Porém, os argentinos não desistiram, e conseguiram descontar dois minutos depois com gol de cabeça do atacante Di Santo.

O San Lorenzo continuou buscando oportunidades. E aos 33 minutos conseguiu o empate quando o atacante paraguaio Ángel Romero recebeu na intermediária e bateu colocado de fora da área. Apesar de oportunidades de lado a lado, o placar permaneceu inalterado até o final, e o Peixe garantiu a classificação com o empate de 2 a 2.

FONTE: AGÊNCIA BRASIL

A Superintendência de Trânsito e Transporte Público (STT) retomou nesta segunda feira (12/4) o processo de recadastramento e renovação de alvará para táxi comum e cooperativado, iniciado em 1º de fevereiro. O órgão da sequência com a fase de vistoria. A inspeção para esse modal acontece até o dia 23 de abril, no pátio da STT situado à Rodovia 512, Loteamento Espaço Alfa, no Jardim Limoeiro, das 9h às 12h e das 13h30 às 16h30.

Diariamente estão sendo distribuídas 50 senhas, que dá direito a vistoria em um dos turnos da inspeção. “O primeiro dia é o que vem mais pessoas, que costumam vir no turno da manhã. Por essa razão hoje pela tarde está bem mais tranquila”, explicou Ducileide Nazaré, gerente de transporte individual e especial da pasta.

Durante a inspeção, diversos itens são observados, como faróis, a condição do veículo, dentre outras características. “Observamos especificações como o adesivo da STT, validade do alvará, pintura do veículo, a boa condição do conjunto do para-brisa, a limpeza do veículo, equipamentos de segurança como cinto, triângulo, entre outros”, explicou Sandro Rogério, agente de fiscalização de trânsito e transporte da secretaria, ao acrescentar, que também olha se a documentação do veículo está em dia.

A inspeção exige a apresentação dos seguintes documentos originais, para conferência: comprovante de residência do município, no máximo dos 3 (três) últimos meses anteriores; Carteira Nacional de Habilitação (CNH) constando atividade remunerada; Certificado de Registro de Licenciamento (CRLV) atualizado; certificado do IBAMETRO (taxímetro e kit gás), se este for o caso.

Para Marcio Luís, da cooperativa Fone Taxi, o processo do recadastramento está mais célere e simplificado para o usuário. “A forma que eles estão facilitando ao enviar boleto pela internet para fazer o pagamento, a gente não está tendo a obrigação de vir aqui pegar o boleto, pagar e ter que retornar. Isso facilita muito”, reconheceu. O taxista que este ano resolveu vir pela tarde teve a agradável surpresa de não ter fila no pátio.

A mesma boa surpresa teve Adson Oliveira, taxista independente, associado ao Sindicato dos Motoristas de Taxi Autônomos de Camaçari, o Sintac. Ele chegou a ir pela manhã, pegou a senha, mas em razão do esquecimento de um documento teve que voltar em casa. “Peguei a senha antes do meio dia, mas como ficou faltando parte da documentação eu fui buscar, por isso que voltei à tarde. Mas em questão de tempo, foi tudo super-rápido aqui, mesmo hoje sendo o primeiro dia”, declarou Oliveira.

Está sujeito a multa o permissionário que deixar de cumprir alguma etapa do processo de recadastramento e renovação de alvará.

Esses procedimentos estão dispostos nas portarias números 003, 004 e 005/2021 de 8 de janeiro de 2021, publicadas no Diário Oficial do Município (DOM) de n.ºs 1.576 e 1.577, em 11 e 12 de janeiro de 2021, respectivamente.

FONTE: ASCOM CAMAÇARI

Nesta terça-feira (13/4) a administração municipal, por meio da Secretaria da Saúde (Sesau) lançou oficialmente o programa Consultório na Rua, que tem por objetivo atender a população em situação de rua que se encontra em Camaçari. Trata-se de uma equipe multiprofissional itinerante, inicialmente composta por uma médica, uma agente comunitária e uma enfermeira, que fará o cadastramento dos usuários no e-SUS e a articulação da rede para garantir a integralidade do cuidado de saúde a este público.

Para o prefeito Elinaldo Araújo, o Consultório na Rua é parte de uma rede de assistência à população em vulnerabilidade.  "Temos um belíssimo trabalho feito pelo Centro POP, além de outras ações da Sedes em busca da reinclusão social dessas pessoas.  O Consultório na Rua chega para ampliar o acesso aos serviços de saúde para esta população ", ressalta.

O Secretário da Saúde, Elias Natan, explica que a Sesau tem um trabalho que vai muito além das unidades de saúde e das ações de urgência e emergência. “A população de rua nunca esteve esquecida. Sempre tivemos ações voltadas para este público. O Consultório na Rua chega para agregar mais serviços e dar melhores condições de trabalho à equipe”, afirma.

Futuramente a equipe do Consultório na Rua (e-CR) será formada por: médico, enfermeiro, agente de saúde, técnico de enfermagem, odontólogo, psicólogo e assistente social. De acordo com os sistemas de informação, atualmente existem 200 usuários em situação de rua em Camaçari. Deste total, 50 são acompanhados regularmente pelo Centro de referência Especializado para População em Situação de Rua - Centro POP.

Segundo a responsável técnica pela equipe do Consultório na Rua, Ana Iara Santana, “a Sesau já desenvolvia um trabalho voltado para este público em parceria com a Secretaria do Desenvolvimento Social e Cidadania, por meio do Centro POP, mas o atendimento ocorria de forma pontual, o que não gerava vínculo da equipe de saúde com o usuário, muito importante para o trabalho. Atualmente, com a implantação desse programa, teremos mais recursos e infraestrutura para garantir um atendimento maior a esta população”.

O Projeto do Consultório na Rua nasce durante a pandemia do coronavírus, após um diagnóstico da situação de saúde da população em situação de rua que circula em Camaçari. Com o apoio de residentes da FESF-FIOCRUZ, técnicos da Diretoria da Atenção Básica (DAB) e Centro POP, foram mapeados os pontos de concentração desse público na sede e costa, onde foram cadastrados mais de 100 usuários. Todos os cadastrados pelo Centro Pop foram testados para a Covid-19, sífilis, hepatites e HIV, e de forma itinerante, também foram contemplados os encontrados nas visitas aos pontos de concentração e que aceitaram ser examinados.

A equipe do Consultório na Rua prestará cuidados e atendimentos na rua. Mas, se necessário, o usuário será encaminhado a uma unidade de referência, preferencialmente próximo do local em que se encontra. Uma vez encaminhado para serviços de urgência e emergência, como hospitais e Unidades de Prontos Atendimentos (UPAS e PAS), a e-CR dará seguimento no acompanhamento do paciente após a alta. Também fará guarda e administração de medicamentos prescritos e articulação de outros parceiros da rede da saúde e assistência social.

Os atendimentos de urgência ou emergência da população de rua continuam sob responsabilidade do SAMU.

FONTE: ASCOM CAMAÇARI

Com o intuito de manter os canais e córregos da cidade limpos para proporcionar um melhor escoamento das águas pluviais, a administração municipal executa o serviço de limpeza na sede e na costa de Camaçari. Durante a atividade, os profissionais realizam o desassoreamento do rio, procedimento realizado de forma mecânica e manual, com a remoção de terra, lixos, vegetações, dentre outros resíduos acumulados.

Na sede da cidade, os trabalhos ocorrem em diversos pontos, como no Canal Mandu, trecho entre a Avenida Sul paralelo à Rua Valdelice no Verdes Horizontes, em um trajeto de 1.500 metros; nas proximidades do Estádio Municipal até a Avenida Industrial, em aproximadamente 815 metros, e em um outro ponto da Avenida Sul, um percurso em cerca de 212 metros.

As intervenções também acontecem no canal do bairro dos Verdes Horizontes, em um trecho de 305 metros da Rua Beira Rio e em um outro trajeto de 810 metros, próximo ao bairro da Piaçaveira. Juntos, esses dois pontos representam 1.115 metros de extensão. Alguns trechos do canal do Parque das Mangabas também são contemplados com a ação.

Na costa de Camaçari, a limpeza é realizada no canal Guajirus, em dois pontos. Um situado entre a Estrada do Coco e a Via Parque, com aproximadamente 1.596 m e o outro trecho entre a Via Parque e a comunidade da Estiva, que tem por volta de 592 metros.

Ações de manutenção como essas evitam possíveis alagamentos, principalmente no período chuvoso. Nos últimos meses, outros canais da cidade receberam os serviços de limpeza, a exemplo do canal Fonte da Caixa; canal 2 da Maria Meire, no trecho entre a Avenida Vereador Dilson Magalhães (Bomba) até a Rua Bahia; da Via Parafuso até a Rua Padre Paulo Tonucci, no Nova Vitória, dentre outros.

FONTE: ASCOM CAMAÇARI

Entre os dias 6 e 12 de abril, a Defesa Civil atuou em 63 ocorrências com a Operação Chuva, em diversos pontos de Camaçari. No período, o volume de chuva foi de 218 milímetros, que é o equivalente a três meses da média no município, o que ocasionou deslizamentos de terra, alagamentos, e queda de muro e árvores, por exemplo.

Na última segunda-feira (12/4) a equipe do órgão atuou em um deslizamento de terra, no Parque Satélite, ocasionado pelo solo que já estava encharcado das chuvas e destruiu a varanda do fundo de uma casa.

Dentre os serviços realizados nos últimos seis dias estão a impermeabilização de telhado, com a colocação de lona plástica e envelopamento de morro. Além da atuação conjunta com a Secretaria do Desenvolvimento Social e Cidadania (Sedes) fazendo as ocorrências e encaminhando pessoas para avaliação da pasta, e conforme análise da equipe técnica da secretaria, os cidadãos são encaminhados para receberem auxílio, como cesta básica.

As ocorrências registradas foram nos bairros: Nova Vitória, Parque das Mangabas, Gleba A, Dois de Julho, Gleba B, Parque Verde, Novo Horizonte, Parafuso, Piaçaveira, Alto da Bela Vista, Lama Preta, Burissatuba, Triângulo, Itacimirim, Barra do Jacuípe, Catu de Abrantes, Vila de Abrantes, Phoc III, dentre outros.

O coordenador da Defesa Civil, Ivanaldo Soares, lembrou as ações realizadas. “Quando se faz um trabalho preventivo, o resultado é gratificante. Toda a prevenção, como limpeza de rios e obras de drenagem, minimizou o impacto no comparativo com anos passados. Na ação, toda assistência foi dada, não tivemos ninguém desabrigado, não houve necessidade de transferir nenhuma pessoa para outro lugar”.

Para dar apoio à população, o órgão se dividiu em três equipes, inclusive com equipe de poda, com quatro homens, motosserra, motopoda, um caminhão e uma van, para, em casos de queda de árvore, a equipe chegar com eficiência, fazendo também a retirada do material das residências das pessoas.

O órgão reforça ainda a disponibilização de equipe das secretarias dos Serviços Públicos (Sesp), ao qual faz parte, e da Infraestrutura (Seinfra) e das demais pastas, que estavam alertas, de prontidão, esperando o chamado, para integrar na operação.

Em caso de necessidade, a população pode entrar em contato com a emergência da Defesa Civil, que atende 24h, através dos números 199, (71) 9.9981-3641 ou ainda do fixo (71) 3622-7755.

 
FONTE: ASCOM CAMAÇARI

Tela Noticia acima de tudo, representa jornalismo com seriedade em busca da verdade por trás dos fatos!

Lives Facebook

GALERIA FATO VERDADE