Para fazer Renda Brasil, governo estuda congelar aposentadorias Featured

O Ministério da Economia articula-se para aprovar no Congresso Nacional a desvinculação do salário mínimo dos benefícios previdenciários. Além disso, tenta congelar, por dois anos, aposentadorias e pensões para abrir espaço no Orçamento de 2021 ao Renda Brasil, que vai substituir o Bolsa Família. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo que concorda com o congelamento. No entanto, restrito a quem ganha mais de um piso.

Para Maia, congelar os benefícios previdenciários para quem ganha acima do mínimo economizaria cerca de R$ 20 bilhões em 2021 e R$ 40 bilhões em 2022.

A medida atingiria tanto quem ganha um salário mínimo (atualmente, em R$ 1.045), como quem recebe acima disso. “A desindexação que apoiamos diretamente é a dos benefícios previdenciários para quem ganha um salário mínimo e acima de um salário mínimo, não havendo uma regra simples e direta. O benefício hoje sendo de R$ 1,3 mil, no ano que vem, em vez de ser corrigido pelo INPC, ele seria mantido em R$ 1,3 mil”, afirmou ao G1 o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues.

FONTE: REVISTA OESTE

 
 
Rate this item
(0 votes)

Leave a comment

Make sure you enter the (*) required information where indicated. HTML code is not allowed.

Tela Noticia acima de tudo, representa jornalismo com seriedade em busca da verdade por trás dos fatos!

Lives Facebook

GALERIA FATO VERDADE