Morte de príncipe Philip completa um ano e ainda causa polêmica na Família Real

morte-de-principe-philip-completa-um-ano-e-ainda-causa-polemica-na-familia-real

O príncipe Philip, o duque de Edimburgo, morreu em 9 de abril de 2021. Um ano depois, a vida da família real britânica segue nos noticiários mundo afora e muitas vezes o nome do marido da Rainha Elizabeth 2ª está envolvido

A última polêmica ocorreu justamente em um evento religioso em homenagem ao príncipe Philip, em 29 de março deste ano, na Abadia de Westminster, em Londres, na Inglaterra. A rainha Elizabeth 2ª era aguardada e diversos membros da Família Real estariam presentes, mas o príncipe Harry comunicou que não participaria da cerimônia

A ausência do neto e de sua família se tornou um constrangimento maior pela forma como a monarca ficou sabendo da notícia. Segunda a imprensa britânica, Harry teria avisado a avó apenas alguns minutos antes de divulgar uma nota oficial

Outra história recorrente sobre Philip desde a sua morte são os detalhes de seu testamento. Um juiz da Suprema Corte do Reino Unido colocou o documento sob sigilo por 90 anos para proteger a “dignidade” da rainha Elizabeth 2ª. Porém, aos poucos alguns detalhes começaram a ser descobertos

Segundo o tabloide The Sun, Philip deixou no testamento uma parcela da fortuna de R$ 223 milhões para três funcionários: o brigadeiro Archie Miller Blackwell e os auxiliares William Henderson e Stephen Niedojadlo

Príncipe Philip morreu durante a pandemia de Covid-19 e por isso a cerimônia de despedida foi restrita a poucos convidados. A lista de familiares e amigos próximos totalizou 30 pessoas. Os eventos envolvendo a família real britânica costumam ser marcados pela grandiosidade e pelo grande número de pessoas acompanhando o acontecimento, como foi na morte da princesa Diana e nos casamentos dos príncipes Willian e Harry

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, também esteve envolvido em polêmicas relacionadas à morte de Philip. Ele decidiu não participar do funeral por considerar que a família teria outras pessoas mais próximas para convidar, em vista do número reduzido de participantes da cerimônia. Porém, na véspera, funcionários do gabinete de Johnson fizeram uma festa e violaram o lockdown que estava em vigor no país. O político já enfrentava outras denúncias de aglomerações durante o período de isolamento e precisou se desculpar publicamente

No Natal do ano passado, o primeiro após a morte do marido, a rainha Elizabeth 2ª fez uma homenagem a Philip e apareceu em sua mensagem de fim de ano usando o mesmo broche de safira e crisântemo que usou na lua de mel, em 19478. Além disso, em seu lado direito, um porta-retrato com a foto dos dois foi colocado sobre a mesa

Desde a morte de Philip, a rainha passou por diversos momentos difíceis no último ano. A monarca chegou a pegar Covid-19 e precisou ficar em repouso por conta da doença, mas se recuperou e retomou a agenda de compromissos. Ela completa 70 anos de reinado neste ano, o jubileu de platina, e uma grande festa está organizada para junho deste ano, desta vez sem a presença do duque de Edimburgo

Related Articles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.