Trump Jr. enviou mensagem a chefe de gabinete após eleição para tentar manter pai no cargo, diz TV

trump-jr.-enviou-mensagem-a-chefe-de-gabinete-apos-eleicao-para-tentar-manter-pai-no-cargo,-diz-tv
Trump Jr. agiu para manter seu pai no cargo de presidente mesmo após derrota nas urnas

Trump Jr. agiu para manter seu pai no cargo de presidente mesmo após derrota nas urnas
Reuters

Donald Trump Jr. enviou uma mensagem de texto ao então chefe de gabinete da Casa Branca, Mark Meadows, dois dias após a eleição presidencial de 2020, para delinear maneiras de manter seu pai no cargo, informou a CNN, citando uma revisão da mensagem entregue a investigadores do Congresso.

O texto do filho mais velho do então presidente Donald Trump foi enviado em 5 de novembro de 2020, enquanto os votos em vários Estados ainda estavam sendo computados, e apresentava ideias para subverter o processo do Colégio Eleitoral para garantir um segundo mandato para Trump.

“Temos controle operacional”, disse Trump Jr. a Meadows, de acordo com uma análise da CNN da mensagem entregue ao painel da Câmara dos Deputados dos EUA que investiga o ataque mortal do ano passado ao Capitólio.

“Temos vários caminhos, controlamos todos eles”, escreveu Trump Jr., delineando um plano que envolvia ações judiciais e recontagens em Estados-chave, bem como listas alternativas de “eleitores de Trump”. Se isso falhasse, Trump Jr. sugeriu que o Congresso poderia votar para reconduzir Trump em 6 de janeiro de 2021.

A grande mídia projetou o democrata Joe Biden como o vencedor de 2020 em 7 de novembro — dois dias após o texto de Trump Jr. para Meadows —, e o Colégio Eleitoral certificou a vitória de Biden em 14 de dezembro.

O Congresso estava prestes a certificar os resultados em 6 de janeiro de 2021, quando apoiadores de Trump invadiram o Capitólio, forçando os parlamentares a se esconderem e atrasando a certificação por horas.

O painel da Câmara está investigando o ataque, que está relacionado a sete mortes e quase 800 prisões.

Representantes de Trump Jr. não responderam imediatamente a um pedido de comentário. Seu advogado Alan Futerfas disse à CNN: “Após a eleição, Don recebeu inúmeras mensagens de apoiadores e outros. Considerando a data, esta mensagem provavelmente se originou de outra pessoa e foi encaminhada”.

Representantes de Meadows não puderam ser contatados imediatamente. Seu advogado George Terwilliger recusou-se a comentar.

Related Articles

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.